Pantera Cor de Rosa

Este é o blog de Juliana Carpes Imperial, mais conhecida pelos desconhecidos como a Pantera Cor de Rosa por volta e meia ir correr toda de rosa.

quinta-feira, janeiro 18, 2007

Estórias do Ballet 5 - Outra Colega do Ballet

Esta garota nas aulas não era tão boa, mas nas apresentações arrasava. Era outra que me menosprezava. Era impressionante o fato de as melhores sempre olharem de cima as que não eram tão boas quanto elas. O mesmo acontece com muitos velocistas e saltadores com relação aos demais atletas. O engraçado é que muitas vezes eles nem são tão bons assim.

Voltando à vaca fria, uma vez uma outra colega do ballet ia fazer 15 anos e a minha irmã e uma terceira colega compraram roupas iguais. Mulheres fazem um escâncalo por causa disso. Mas eu nunca liguei nem nunca vou ligar. Isso é uma tremenda bobagem. Essa minha colega que comprou a roupa igual resolveu por livre e espontânea vontade trocar a roupa na loja. Não é que a tal garota que eu citei no parágrafo anterior começou a gritar comigo dizendo que era um absurdo o que a minha irmã tinha feito, como se a minha irmã a tivesse obrigado a trocar a roupa. Que diabos ela tinha a ver com isso? E eu, então?

Eu que sempre fui quieta e já engulira muito sapo dessa vez botei a boca no trombone. Disse que ela não tinha nada a ver e que ela era uma ameba. Ela menosprezava o meu talento para a dança e eu paguei na mesma moeda, desprezando sua inteligência. Ficou todo mundo calado me olhando, ninguém esperava isso. Claro que agi mal. Só porque alguém me humilha não devo pagar na mesma moeda. Hoje em dia eu sei que a minha inteligência é fruto de todo um trabalho duro ao longo de toda a minha existência. Logo, não há por que me gabar.

Depois de sair do ballet cheguei a encontrá-la na faculdade e na rua. Foram encontros amistosos.

Marcadores:

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Free counter and stats for your website on www.motigo.com