Pantera Cor de Rosa

Este é o blog de Juliana Carpes Imperial, mais conhecida pelos desconhecidos como a Pantera Cor de Rosa por volta e meia ir correr toda de rosa.

quarta-feira, junho 20, 2007

Vida de Novela 3


Agora que estou machucada e não posso treinar a quase 2 meses, ao me alongar, se todas as televisões estiverem ocupadas e eu não puder ver meus amados desenhos, não tem jeito, tenho que ver novela. Ao menos é menos pior que ver as fofocas que a minha irmã gosta de ver.

Estava passando Paraíso Tropical e a personagem da Glória Pires estava chateada porque o cara de quem ela gostava, interpretado pelo Marcello Antony, não queria ter compromisso sério com ela. Ele queria apenas ficar saindo com ela. Se aparecesse outra por quem ele se sentisse atraído, ele ficava com a outra.

Ela sabia que ele é assim. Se sujeitava a tal situação por gostar dele. E ele se aproveitava disso para se divertir. Só que se ele sabia que ela gostava dele de verdade, ele não poderia ter feito isso. Ou não tinha nada com ela para não machucá-la ou assumia um compromisso com ela. Se ele tivesse consideração para com ela, ele não faria isso.

Muitos vão dizer: "Mas ela sabia que seria assim." Só que em nome do amor, não se pensa com a razão. Uma pessoa apaixonada, principalmente uma mulher, sempre acha que vai conseguir conquistar a pessoa amada estando o mais próxima o possível. O que ele fez foi passar por cima dos sentimentos dela por ser um baita egoísta.

Por que digo tudo isso? Porque já passei por tal situação. Aquele meu ex-namorado de quem eu já falei aqui fez isso comigo. Depois de ter um namoro conturbado após a nossa segunda separação (essa volta durou só uma semana) e ter transado com uma ex de um amigo dele (o que causou a maior confusão), ele veio me procurar.

Como eu ainda gostava muito dele, ele fez de tudo para que voltássemos a ter algo. Ele sempre soubera que eu o amava. Porém, ele dizia que não poderíamos realmente namorar porque ele não via um futuro para nós dois. Então, nos encontrávamos em geral apenas nos fins de semana, sem ninguém saber. Em geral, na casa dele.

Até que um dia ele voltou a se encontrar com a tal ex. E começou a sair com ela ao mesmo tempo que comigo. Eu percebi isso de cara. Não sei como, mas percebi. Diz ele que só ocorreu algo entre eles no primeiro encontro. Mas eu não tenho como saber. Acredito que ele tenha mentido. Chegou a me pedir desculpas, mas ele dizia que não havia feito nada de errado pois não tinha compromisso comigo. Certamente ele se descupou para que eu continuasse a me encontrar com ele. Será que ele pensaria da mesma forma se eu tivesse agido assim? Acho que não. Conhecendo ele, provavelmente entraria em depressão, se ele me amasse, o que nunca foi verdade.

Mas não parou por aí. Ao mesmo tempo que saía com as duas, ele começou a flertar com uma garota pela Internet, que foi a sua primeira esposa. Durante algum tempo, mesmo com eles já namorando, ele me cozinhava em fogo brando, me tratando de forma muito íntima. Todo mundo achava que ainda tínhamos alguma coisa.

Ao reclamar isso com ele por e-mail, ele me disse um bando de barbaridades. Ficou ofendido. É claro que a sua primeira esposa não gostaria de saber de nada disso. Ele dizia que não tinha nada para esconder. Se eu fosse má, teria dado um jeito de contar tudo para ela.

Com o casamento em crise, ele me procurou para conversarmos. Antes disso, ele às vezes era simpático comigo. Uma vez me perguntara se eu estava namorando. Por que será, hein? Dou um doce para quem acertar. Até ele me procurar para conversar sobre as dificuldades no casamento, tudo bem. Só que ele tentou me beijar 2 vezes. Nesse caso eu até entendo. Foi mais por impulso. Ele estava abalado. Disse-lhe que ele ainda era casado, que era traíção e que ela não gostaria de saber que ele beijara outra enquanto casados. E ele disse no tal e-mail desaforado que jamais faria algo para magoá-la...

Contudo, quando o casamento acabou mesmo, ele veio me procurar para ficarmos. Ele claramente queria apenas ficar comigo. E ainda disse que se arrumasse outra namorada, me avisaria. Pulei fora, dizendo que isso eu não queria. Disse ainda que se ele quisesse ter algo sério comigo, poderia me procurar.

Nunca mais me procurou, e arrumou a atual esposa dele (por quanto tempo?) logo depois. Como não teve mais interesse, desapareceu do mapa para mim.

Minha vida é ou não uma verdadeira novela? Se o Manoel Carlos soubesse da minha vida, ficaria até com inveja...

Marcadores:

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Free counter and stats for your website on www.motigo.com