Pantera Cor de Rosa

Este é o blog de Juliana Carpes Imperial, mais conhecida pelos desconhecidos como a Pantera Cor de Rosa por volta e meia ir correr toda de rosa.

quinta-feira, março 17, 2011

Corrida da Mulher


Fiz minha inscrição com antecedência, pagando apenas R$ 45,00, metade do preço do Circuito Vênus.

Na véspera, peguei o kit, saltando no fim da rua Barata Ribeiro, atravessando o corte do Cantagalo e chegando na Lagoa. Não estava nada bem por causa de uma gripe que havia pego. Achei o kit bom, de qualidade, com camiseta, boné, revista da prova, necessaire da Caixa e uns Leite de Rosas de brinde. Pessoalmente preferia viseira no lugar de boné e camisa masculina, pois acho que as femininas engordam. Como kit o da Vênus é até melhor, mas eu poderia ter a opção de pagar menos e não ter o que não vou usar no kit. Gostei de oferecerem água tanto antes da largada como na hora de retirar o kit. Afinal, os corredores bebem muita água.

No dia, chegamos cedo e não havia chegado muita gente. Porém, logo chegaram todas as mulheres. Como estou mais magra, quis correr de sunguinha para protestos do Thiago. Ao contrário do que ele pensou, 2 amigas minhas também foram de sunguinha. Afinal, ela é bem melhor para correr, pois não pesa com o suor. E não há perigo de um homem tentar passar a mão em uma corrida só de mulheres. Uma delas apareceu na revista da corrida. Diz o Thiago que uma mulher na largada falou que a Juliana estava de sunga, só que eu não a conheci.

O Thiago queria correr. Contudo sempre debocham de homem que corre em corrida de mulher, chamando-os de bicha. Até que não tenho visto esse tipo de coisa com tanta frequência. Nesta corrida e na Vênus isso não aconteceu. Até porque eles sempre ficam com vontade de acompanhar suas parceiras. Acabou que o Thiago não correu e ficou me esperando terminar a prova.

O número de banheiros químicos deu conta do número de participantes. Só achei que a largada era muito estreita por ser na ciclovia da Lagoa. O ruim também foi para quem costuma correr lá pois a pista ficou interditada no trecho da largada durante este momento. O bom é que o percurso foge do Aterro do Flamengo de sempre. Simplesmente não aguento mais correr lá.

Desde o aquecimento eu não me sentia bem. Me sentia sem forças para forçar durante a corrida. Isto foi confirmado logo depois da largada. Eu bem que tentei forçar. Porém, logo senti que faltavam forças a meu combalido corpo.

Depois de muito sofrimento, terminei em 35:33, pior do que eu havia planejado, 35:01. Minha velocidade média foi até pior do que a da corrida passada. Fui a 26º de mais de 1300 mulheres no geral feminino e a 3º na faixa-etária. O nível da corrida estava forte, tendo várias atletas de elite participando, mesmo com a Corrida de Paraty no mesmo dia. Mesmo que tivesse feito o tempo desejado não ficaria entre as 20 primeiras. Já se eu quisesse pódio, teria que correr abaixo de 4:00 por Km, algo que nunca fiz em minha vida. Minhas passagens de quilometragem nos 7,5 Km foram: 4:29.4; 4:41.3; 4:41.4; 4:50.8; 4:56.1; 4:47.6; 5:02.0; 2:04.1. Dá para ver que eu fui morrendo.

Ao chegar, fui logo para a barraca de frutas, que estava bem caprichada no Espaço Atleta. Só que o Thiago não pôde entrar. Que vetassem o acesso às frutas, isotônicos e serviços aos acompanhantes, tudo bem. Todavia, não deveriam vetar que pudessem sentar conosco nos bancos. Para piorar, o fizeram de forma grosseira e truculenta, deixando o Thiago indignado com razão. Ele poderia muito bem ficar de fora e eu sair passando um bando de coisas para ele. Tanto que lhe dei um isotônico. Já eu tomei 2 isotônicos e comi MUITA melancia. Devo ter comido uns 2 Kg de melancia. Adoro melancia!

Como demoraram a desarmar a estrutura, eu só ia comendo melancia e vendo o sorteio. Teve muita coisa sorteada, só que eu novamente não ganhei nada. Sortearam o 1215. Entretando, o meu número, o 1214 não saiu.

Além de massagem e alongamento, tinha um estande do Leite de Rosas dando balinhas, assim como deram na véspera, e fazendo jogos de memória dando brindes. Eu consegui decorar a ordem dos produtos, ganhando um chaveiro e um pingente.

Levando o custo-benefício em consideração, achei a corrida bem melhor do que a Vênus. Em termos de frutas, esta deu de dez a zero, por ter frutas de boa qualidade. A outra tem mais serviços, só que sai muito caro para o que é oferecido.

Enquanto rolava o sorteio, fecharam o trânsito na Lagoa. O narrador brincou que era para nos homenagear, assim como mexia com os homens que corria, dizendo que eram mulheres barbadas. Só que era para a passagem do Obama. Demorou muito, os motoristas desligaram os carros e foram para a rua. Já outros resolveram fazer bandalha e voltar na contramão. Até que ele passou. Quando ele passou, todo mundo correu para vê-lo. E não é que acenou para a gente? Acho-o simpático e injustas as críticas que lhe fazem. Tinha um fortíssimo aparato policial e soldados nas ruas.

Como o evento demorou a acabar, saímos de lá umas 11:30 e perdemos a hora de tomar o café grátis nos McDonald's da Nossa Senhora de Copacabana.

Marcadores:

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Free counter and stats for your website on www.motigo.com