Pantera Cor de Rosa

Este é o blog de Juliana Carpes Imperial, mais conhecida pelos desconhecidos como a Pantera Cor de Rosa por volta e meia ir correr toda de rosa.

quarta-feira, maio 16, 2012

2º Treinão Light da Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro


Como o Thiago estaria lá em casa por causa do aniversário do meu sobrinho na véspera, o inscrevi também. A data foi ruim para mim, pois tinha comido muita coisa na festa, estando pesadona. Como sempre ele reclamou de ter que acordar cedo. Só que eu avisei na véspera para ele ir dormir junto comigo. Só o fez quando eu praticamente o obriguei, ao acordar para desentupir meu nariz por volta da meia noite.

Quando chegamos lá tinha pouca gente por causa de duas corridas grandes que aconteceram no mesmo dia: a Mizuno 10 Miles e o Circuito Rio Antigo. A palestra foi com um ultramaratonista que gosta de fazer provas bem longas. Ela foi curta, mas foi boa. Como foi curta, muitas pessoas fizeram perguntas.

Como estava pesada e com meu frequencímetro, resolvi sair com o marcador de 5:00/Km. Trocaram o marcador de 4:30/Km, que pareceu bem mais prudente. Logo de cara resolvei ir na frente do marcador, pois ele estava um pouco mais devagar do que o ritmo esperado. A marcação era em um circuito de 5 Km e eu dei 3 voltas até completar 15 Km. Só que no finalzinho fui alcançada pelo pelotão comandado por ele, completando o treino em 75:27. Estava pesada demais para conseguir ir forte. Eu devo estar mesmo em forma para fazer esse tempo na situação em que me encontrava. Ainda bem que ninguém postou fotos minhas do treinão na Internet.

Já o Thiago fez só 5 Km, terminando na minha frente. É impressionante o fato de uma pessoa que não treina nunca correr 5 Km abaixo de 25 min. Ele ainda come e dorme mal! Às vezes escuto gente falando que não entende como determinada pessoa consegue correr super bem numa corrida treinando aparentemente pouco e leve. Acham que deve ter dopping e tal. É genética mesmo. Pena que eu não tenha sido agraciada com isso. Só que ele ficou com dor de cabeça e foi para a ambulância. Quando terminei eu o procurei e nada. Aí a moça do guarda-volumes falou que ele devia estar na ambulância por a estar procurando. Chegando lá, ele estava de papo com a enfermeira. O chamei para o sorteio e ele disse que ira depois e me deu seu número.

Mesmo com pouca gente e com 2 números, quem disse que ganhamos alguma coisa? Em corridas, até hoje, Thiago e eu ganhamos apenas um par de meias numa corrida da AVAt. Ao final do sorteio ele apareceu. Desta vez não deu tempo de comer tantas frutas, apenas 7 maçãs e 4 bananas, sendo 2 maçãs no ônibus de volta que pegamos por volta das 11 h, ao término do evento.

Marcadores:

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Free counter and stats for your website on www.motigo.com