Pantera Cor de Rosa

Este é o blog de Juliana Carpes Imperial, mais conhecida pelos desconhecidos como a Pantera Cor de Rosa por volta e meia ir correr toda de rosa.

terça-feira, outubro 16, 2012

Corrida das Torcidas


Mais uma vez fui sortuda e ganhei uma inscrição de corrida, desta vez no sorteio do Blog Pulso do jornal O Globo.

Como a retirada de kits era em Copacabana, no Mar Palace Hotel, resolvi antes ir ao Bob's original comer uma banana split. Sei que não é bom fazer essas coisas na véspera da corrida, mas já que eu estava tão pertinho, não resisti.

A largada era em frente a estátua do Bellini, a 550 m de minha casa de acordo com o Google.

A retirada de kits foi no Hotel Mar Palace, na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 552. Não gostei de terem posto minha camiseta como P Feminina. Eu pedi para o pulso claramente P masculina. Não gosto de camisas justas, que mostrem minhas gorduras. Havia umas bolas enfeitando. Pensei em depois da corrida pedir uma para meu sobrinho. Depois, fui ao Bob`s original de Copacabana comer uma banana split e fui até o MegaMatte de Ipanema comer os pães de queijo que ganhei na promoção. Como os locais eram perto, fui a pé.

Na volta para casa, notei que puseram a barraca da organização em cima da ciclovia. Isso é um absurdo! Quem quer correr e caminhar em volta do Maracanã que se dane! Sei que era para uma corrida. Porém, deveriam tê-la posto em outro lugar.

Eu estava preocupada com essa corrida pois na quinta-feira tinha sentido uma dor no quadriceps direito na hora de fazer as retas depois da rodagem. Tive que fazê-las devagar para não sentir muita dor. Dor que aparece de repente nunca é um bom sinal. Porém, não me preocupei muito. Afinal, nas vésperas da São Sebastião aconteceu algo parecido na perna esquerda e no final não aconteceu nada. Na hora da massagem, meu massagista disse que não sentia nada ao tocar no local, sendo que em janeiro ele disse que sentiu uma micro-lesão na perna esquerda.

No trote de sexta-feira, minha perna me incomodou a ponto de me preocupar. Contudo, continuei não levando a sério e não coloquei nem um gelo ou calor no local.

No dia da corrida eu acordei me sentindo excelentemente bem. Sabe aqueles dias em que você acorda com a macaca? E meu peso estava em 51,3 Kg, ou seja, pouco inchaço, considerando que sempre incho se não corro.

Como a corrida era perto, fui trotando até o local, saindo com 20 min de antecedência, de top e viseira vermelhos, short preto, um elástico de cabelo vermelho e o outro preto, de Mengão. Pouco mais 3 min depois cheguei no local da largada e me concentrei. Não só não senti nada na perna durante o trote como sentia minhas pernas soltas. Realmente parecia o dia perfeito para correr.

Encontrei alguns amigos, como o Jorge Ultramaratonista, o Aurélio, o Gerlan e o Vítor, que conheci nos meus primeiros anos como atleta e nunca mais tinha visto. Ele ficou impressionado com o fato de eu estar bem mais magra. Não me parecia ter muita gente.

Enquanto estava concentrada, ficava olhando para os lados para ver quem poderia subir ao pódio e se eu tinha chance. Dada a largada, tentei ir para cima das que saíram na minha frente, só que senti dor na perna e tive que pegar meio leve. Uma delas eu ultrapassei, porém as outras duas logo sumiram de minha vista.

Pelo menos para quem estava correndo a corrida foi super-bem organizada, com trechos de rua fechados, sem risco de atropelamento de corredores, placas de sinalização alertando do fechamento e marcações de quilômetros aparentemente corretas. A hidratação também foi muito boa, com 2 postos no percurso. Fiz em 32:38 os precisos 7,5 Km de acordo com o GPS da segunda colocada, com as passagens: 4:08.0; 4:11.7; 4:28.2; 4:28.7; 4:22.2; 4:30.5; 4:26.2 e 2:03.2 (com direito a sprint!). As frequências médias ficaram em 169; 175; 178; 178; 176; 175; 175; 176. Dá para ver que não forcei muito pelos valores. A média geral foi de 175. Fui a 3º no geral feminino e 82° no geral absoluto.

Assim que cheguei me deram a medalha e me levaram para a área de convidados. Fiquei chateada por só ter umas cestas de frutas. Em outros eventos há pães, sucos, bolos, barras de cereal, etc. Acabou que não tinha pego o meu lanche "oficial", com Gatorate, nem dei meu número para o sorteio. O Gatorate era de groselha, bem doce e muito bom. Contudo, a maioria não gostou, achando que tinha gosto de remédio.

Na área de convidados estavam os profs. Edgar Oliveira e Carlos Alberto Lancetta, presidente da FARJ. Dei entrevista, algo que me deixa sem jeito. Nunca consigo olhar para a câmera.

Me chamou a atenção que não parava de chegar gente, gente essa que não tinha visto na largada. Será que boa parte daquele povo todo se atrasou? Todo mundo com sua camisa de time e, ao contrário do temor de minha amiga Elza, nenhuma briga. Corredor é gente boa por natureza e não brigaria por isso. O problema seria algum maluco de fora. Futebol é diversão. Uma gozação sadia sempre é válida.

Algo muito legal é o incentivo que recebi das pessoas por estar correndo perto de casa. Foram muitos os gritos de "Vai, Juliana!".

Na hora do pódio, ganhamos os de sempre brindes da Caixa, o do Rio eu Amo eu Cuido, e o da Gatorate. No da Caixa a sacola sempre é útil por ter feixe. Já o da Gatorate veio com uma toalha de praia, algo também útil. Já bone, camisa e garrafa d'água eu tenho aos monte. Não poderiam dar short? Ou então uma bola de futebol?

Falando em bola, elas estavam lá enfeitando. Antes que eu pudesse pedir, jogaram-nas para a galera. Uma pena!

Tirando a ganhadora, que era fluminense, todas eram flamenguistas. Entretanto, eu fiquei sem time pois na inscrição pelo blog Pulso não pediram time. No masculino, novamente o ganhador era fluminense, teve um corinthiano e os outros três eram flamenguistas. O Flamengo obviamente ganhou com melhor índice técnico e maior número de torcedores. E, como sempre, o Vasco foi vice em ambos kkkkkk!

Como sempre, nada ganhei no sorteio. E olha que sortearam muitos brindes e muitas pessoas já tinham ido embora devido a demora.

Enquanto estava na área de convidados, alongava e massageava a perna. Infelizmente houve mesmo uma lesão e acabei tendo que dar uma parada para me recuperar.

Marcadores:

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Free counter and stats for your website on www.motigo.com