Pantera Cor de Rosa

Este é o blog de Juliana Carpes Imperial, mais conhecida pelos desconhecidos como a Pantera Cor de Rosa por volta e meia ir correr toda de rosa.

segunda-feira, dezembro 05, 2016

1ª Corrida e Caminhada da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres do Município do Rio


Assim que a nova presidente da FARJ, Luz Marina, anunciou esta corrida, fiquei atenta ao dia 17, para fazer a inscrição. Acabou que só postaram o link à noite e só fui fazer a inscrição na manhã do dia seguinte. Mesmo assim, meu número foi o 01. Ou seja, fui a primeira a me inscrever.

Nem tinha me tocado, mas ao pegar o comprovante de inscrição, vi que só tinha sexta-feira para pegar o kit lá no Estácio. Como estou trabalhando de casa desde o incêndio no meu trabalho, fui no meio da tarde para lá mesmo. Afinal, aquela região é perigosa à noite. Foi tudo bem rápido e organizado. E o melhor, de graça. A retirada do kit foi no Clube do Servidor Municipal, local com uma boa piscina. 

No dia da corrida acordei bem às 7 h e cheguei ao local um pouco depois das 8 h. Precisei andar bastante pois precisei saltar antes da Avenida Passos e andar bastante até o armazém 4 no porto. Ao menos cheguei aquecida.

Mesmo estando apenas 22º, estava quente e abafado. Pudera, o local quase não tem nenhuma árvore. Muita gente não gosta, mas eu prefiro corrida às 9 h, pois assim posso dormir até mais tarde e me sentir mais bem disposta. É só a organização colocar água bem gelada em postos bem distribuídos que ameniza o problema.

Estava tudo muito bonito, o pódio, a mesa de frutas bem caprichada e a mesa das medalhas. Antes da largada, nos avisaram que teria menos de 4 Km e que talvez a corrida precisasse ser interrompida em dois pontos por causa da passagem do VLT. Dada a largada, como o nível não estava muito forte, consegui me manter entre as seis primeiras logo no início. Eu não achava que tinha chances de pódio por estar fora de forma. Porém, o Hércules sempre dizia que meu lugar era lá e que eu estaria lá.

Acabou que eu fui a terceira, completando os 2,4 Km em 11:19 com frequência cardíaca média de 177.  Não deu para ter os 800 m restantes pois não deixaram que a corrida passasse pelo museu do amanhã. Ao menos não teve nenhuma parada por conta do VLT. 

O porto está bonito, mas na minha opinião, dava para revitalizar sem tirar o viaduto, que era extremamente útil. Assim como o VLT, que só serve mais como passeio turístico, por ser extremamente lento. Além disso, faltam árvores. Para correr, o local não é adequado por ter um piso muito duro.

Depois da corrida, comi muitas frutas, especialmente abacaxi. Desta vez tinha um bolo diferente. Parecia muito bom, só que eu não queria engordar muito.

Antes da premiação, o Fábio, o apresentador da corrida, ficou dançando. Eu bem que tentava imitar. Todavia, não levo muito jeito. Na premiação eu ganhei uma coroa de louros, flores, um lindo troféu, uma sacolinha com brindes femininos e uma sexta com muitos e deliciosos biscoitos. 

Na volta, pegamos o VLT até a Candelária e um ônibus para a minha casa. Gostei muito do evento e espero que haja uma próxima edição.

Marcadores:

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Free counter and stats for your website on www.motigo.com